fbpx

Lendo o livro a Tríade do Tempo (Barbosa,Christian), percebi que vivemos em uma época em que o Google nos fornece todas as respostas, o envio de mensagens de texto se torna mais fácil do que falar, e o número de seguidores que temos no Instagram dita nosso nível de popularidade, o adjetivo que podemos usar para descrever nosso estilo de vida é: “ocupado”.

  • “Eu não vou fazer isso no culto, estou ocupado com meus trabalhos acadêmicos.”
  • “Eu não tenho tempo suficiente para ler minha Bíblia esta noite, estou ocupado com a família.”
  • “Eu não posso ir para o pequeno grupo esta noite, estou muito ocupado com o trabalho.”

Ocupado ocupado ocupado.

Nós da geração Y elevamos nossa ocupação para ser um símbolo de status. Quanto mais ocupado você é, mais importante você é. Quanto mais textos você não puder responder, mais popular você deve ser. Quanto mais inacessível, mais você é procurado. Oferta e demanda, eu acho.
Ironicamente, uma das razões pelas quais precisamos de pequenos grupos é porque eles servem como antídoto para a nossa ocupação. Apesar da sua agenda lotada, abaixo estão três razões pelas quais você precisa se manter conectado no corpo de Cristo.

  1. Pequenos grupos nos forçam a nos conhecermos em um nível mais profundo. Uma das tentações da ocupação é a descida à superficialidade. No entanto, quando vamos a um pequeno grupo, temos a oportunidade de confessar nossos pecados e abrir nossos corações para o discipulado. Pequenos grupos nos encorajam a sermos vulneráveis. Quando estamos cercados por algumas das pessoas mais próximas em nossas vidas, a capacidade de se esconder é quase impossível.
  2. Pequenos grupos nos ajudam a reorientar nossas prioridades. Eles nos lembram do que vem primeiro. Quando fazemos questão de frequentar um grupo semanal, somos constantemente lembrados de por que nos reunimos a cada semana. Colocando-nos em contato direto com a Palavra de Deus e comunhão com outros crentes, as próprias reuniões do pequenos grupos enfatizam a importância do discipulado.
  3. Pequenos grupos nos colocam em posição de ouvir de Deus e viver o que realmente importa. Pequenos grupos combatem diretamente a vida egocêntrica ao nos abrir a Escritura, estudar as palavras de Deus e assumir o estilo de vida de Jesus. Pequenos grupos nos colocam na posição de não apenas absorver a verdade, mas também de viver aquilo em que acreditamos. Somos capazes de estimular um ao outro em direção ao amor e boas obras (Hebreus 10:24) – isso inclui servir Deus e pessoas.
    A tentação de nos escondermos atrás de nossos horários – de nos distrairmos para não lidarmos com nosso pecado e nossa santidade – é real. Mas é uma tentação que fica um pouco menos forte quando gastamos mais tempo em comunidade com outros irmãos.