fbpx

Moisés pastoreava o rebanho de seu sogro Jetro, que era sacerdote de Midiã. Um dia levou o rebanho para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus.

Ali o Anjo do Senhor lhe apareceu numa chama de fogo que saía do meio de uma sarça. Moisés viu que, embora a sarça estivesse em chamas, esta não era consumida pelo fogo.

“Que impressionante! “, pensou. “Por que a sarça não se queima? Vou ver isso de perto.”

Êxodo 3:1-3

Quer se aproximar do Senhor? Olhe mais de perto. Eu nunca notei isso antes, mas Deus não chamou Moisés para chamar sua atenção. Ele esperou para ver se ele viria e investigaria essa estranha ocorrência de um arbusto que não queimava. Somente quando o Senhor viu que ele estava vindo, Deus o chamou pelo nome. Ele estava usando a sarça ardente para tirar Moisés do piloto automático (encontre as ovelhas, cuide das ovelhas, seja pastor) e entrar na Sua unção. Moisés teve que se retirar de seu plano para se aproximar do plano de Deus. Sair do piloto automático não é uma opção casual, mas é uma escolha específica para se afastar dos afazeres que nos prendem. Para Moisés, isso significava deixar as ovelhas perdidas que ele estava procurando a continuarem perdidas. Olhar mais de perto significava abandonar sua tarefa atual. Este foi o primeiro de muitos testes para ver se Moisés confiaria no Grande “Eu Sou” sobre o que ele poderia controlar ou prever sobre seu futuro. Foi um redirecionamento que Moisés nunca viu. Antes de Moisés receber sua missão, ele teve que ter uma nova visão. Jesus ensina essa incansável busca em Mateus 7:7- “Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.” Tiago 4:8 ensina que a intimidade com o Senhor não pode acontecer sem antes tomarmos uma atitude para com o Senhor: “Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.”

Qualquer pessoa que visse a vida de Moisés como um pastor com sua esposa e filhos, imediatamente pensaria que ele estava fazendo exatamente o que deveria e que a vida era boa. Se você desse uma olhada mais de perto, veria que ele era um homem fugindo de seu passado e se escondendo de sua dor.

Tudo muda quando olhamos mais de perto para nosso Senhor e deixamos que o Senhor olhe mais de perto para nós!

Como Moisés, posso ficar tão envolvido com o que estou fazendo que é preciso um arbusto ardente para chamar minha atenção. Deveria ser suficiente que Jesus me chamasse diariamente para vir e estar com Ele, ouvir Seu coração e ler Sua Palavra. No entanto, muitas vezes me sinto mais dedicado à causa de trabalhar para Jesus do que realmente estar com Jesus. Se você olhasse para minha vida a qualquer momento nos últimos 25 anos, entre ministério de música e pastoreio, pareceria que eu estava indo muito bem. Se você desse uma olhada mais de perto, veria em certas épocas um homem que, como Moisés, estava se escondendo de seu verdadeiro chamado em nome de ser produtivo e responsável. Houve épocas em que, em vez de andar na unção do Senhor, eu estava correndo no piloto automático. Isto acontece toda vez que troco intimidade por conveniência e assim eu travo uma luta diária para não viver no piloto automático. Tenho me feito essas perguntas ultimamente:

Onde eu vi Deus hoje?

Pelo que sou grato hoje?

Que experiências eu tive Contigo hoje?

Por que devo orar?

Como me sinto em relação ao futuro?

Senhor, Tu és meu sustento, minha herança, minha libertação e meu amor. Por que escolher ir a outro lugar quando Tu és o único com as Palavras de vida? Posso ficar tão ocupado perseguindo ovelhas que não estou mais te perseguindo. Posso ficar tão envolvido com o “como fazer” que não te busco mais! Obrigado por me acordar hoje! Obrigado por não me deixar ficar no piloto automático. Obrigado por me lembrar que a unção flui quando te coloco em primeiro lugar na minha vida!  

*Klevys Silva é pastor de Comunhão na Sibapa, casado com Vanessa Silva e pai do Samuel e da Anna. 

Open chat
Fale Conosco.
Powered by